PORQUÊ SER INVESTIDOR SEM CONHECIMENTO PODE TE DAR PREJUIZO!

Hoje quando falamos em dinheiro, o que mais está em alta são os investimentos. Seja nas redes sociais, nos sites, blogs. As informações estão aí para todos!
Dá para escolher a quem seguir. Opiniões de diversas abordagens! ⠀
Tem gente que te ensina a poupar, a investir, tem alguns que já te dizem onde investir para você não precisar “perder tempo” em ter que aprender ou ler sobre o assunto e ter certeza de que a indicação vale!
E num passe de mágica, abrindo uma conta na corretora, pronto. Você já é um investidor!?                                  A

O que é preocupante nesse advento modernista, é que investir não dá para ser um assunto genérico quando diz respeito sobre você!

A opções de investimentos existem exatamente por que varia de pessoa para pessoa, assim como propósitos, projetos, perfil para suportar grandes mudanças no mercado, o pensamento a longo prazo…

É importante ouvir várias opiniões, mas é mais importante ainda construir a sua.

Quero pontuar aqui o que você não pode deixar de se atentar antes de sair por aí acreditando em tudo que te falam e investindo seu suado dinheiro sem certeza absoluta que está fazendo da maneira mais segura para você.

ENDIVIDAMENTO
Se você tem dívidas, sugiro não pensar em investimentos até que resolva suas pendências financeiras.
Investir em produtos de renda fixa por exemplo a uma Selic de 4,25% ao ano tendo dívidas de juros altíssimos, a maioria mais que 4,25% ao mês, como cartão de crédito, consignado, cheque especial…é chover no molhado!Atente-se em resolver essa situação antes de tudo.
Se você possui uma reserva financeira e é endividado, renegocie, faça as contas.

Entenda quanto mensalmente de juros está correndo sobre sua dívida. Aposto com você sem medo de errar que é muito mais do que a Selic te dá em um ano inteiro!

Aproveite esse momento e reflita sobre o que te levou a se endividar, sobre a sua necessidade de mudança de hábitos para não repetir a situação e daí sim, aprenda sobre os investimentos que podem ser rentáveis e como fazer a melhor escolha.
Assim você vai munindo de autocontrole e estratégias de crescimento que vão de fato funcionar!

RESERVA DE EMERGÊNCIA
De vez enquanto relembro sobre a importância dela, e se você não leu ainda aqui no Blog o conteúdo que explica detalhadamente, fica o convite.

📌Investimentos faz você pensar em rentabilidade, certo? Rentabilizar faz pensar em tempo x juros compostos.
Logo, faz sentido dizer que vou investir e deixar esse dinheiro ter rendimentos por determinado período, ok?
E onde entra a reserva de emergência?
Como o próprio nome diz, esse dinheiro é para emergências: troca de pneus, uma situação não planejada, uma doença, uma oportunidade, um cano estourado…
Esse valor não faz parte do seu fluxo de caixa mensal, ele é a segurança que garante que você não vai parar num cheque especial, empréstimo, consignado…

Mas o que os investimentos tem a ver com isso?
Exemplo: Você investe tudo o que tem em ações, comprou um certo papel por R$40,00un, e quando precisa de um dinheiro de emergência, vende as mesmas ações a R$36,00un.
Parece prejuízo, não é? No mínimo quando você comprou foi pensando na possibilidade desse dinheiro render e não de sair com prejuízo!
Entende agora a importância de ter uma reserva de emergência?

PROJETOS
Todos nós temos projetos para a vida não é verdade?
E o que isso influencia nos investimentos: LIQUIDEZ E RENTABILIDADE🤑
Se existem projetos de casamento, gravidez, mudança de cidade, estado ou país, compra de um imóvel, do carro, entre outros, é necessário pensar na liquidez dos seus investimentos para que eles te atendam na hora certa.

Imagine um desses projetos acima para acontecer no final de 2020 mas você só pode resgatar todo seu dinheiro em dezembro de 2021, ou as ações estão em queda e resgatar agora é prejuízo…
O que vem em seguida: empréstimo, dívida em cartão de crédito…. aquela novela que falamos lá na reserva de emergência.
E o que fazer?🤷‍♀️

Nas prateleiras de investimentos há vários tipos e prazos disponíveis para um produto financeiro.
Procure por investimentos que atendam a sua demanda de projetos, assim você pode conciliar a realização dos seus sonhos (quanto) junto ao resgate dos produtos(quando).
Quanto mais longo seu projeto for, mais produtos de maior rentabilidade você encontra!

APOSENTADORIA
Ser investidor sem pensar no longo prazo, projetar uma velhice digna, pessoalmente me parece desperdício de tempo!
E infelizmente nosso país ainda é muito atrasado em ensinar conceitos sobre finanças pessoais, estamos engatinhando.

Como somos um tanto quanto imediatistas, pensamos no agora, nos prazeres da vida, na liberdade momentânea e fica sempre para depois fazer um sacrifício hoje com o pensamento focado no amanhã.
Vejo bastante seguidores do “deixa a vida me levar”…

Se você pensa em investimentos, entenda que quanto antes começar a poupar para investir, melhor você fará a si próprio e a sua família no futuro.

Quando achar que é difícil, me responda o seguinte: Se você fosse aposentado hoje pelo INSS; sua pensão agora paga todas as suas contas? Paga um plano de saúde de qualidade? Ou você vai apenas sobreviver? Sem poder viajar, curtir a vida…

Embora os filhos saiam de casa e você tenha menos despesas com eles, você também não será o mesmo, suas despesas serão mais caras.

A dica aqui é: Invista o quanto antes! Invista consciente! Invista por qualidade de vida!

Como dizia Albert Einstein: “A mente que se abre a uma nova ideia jamais volta ao seu tamanho original”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *